COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS - ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS MORADORES DO BAIRRO GUARUJÁ


 

COLETA SELETIVA

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE SERVIÇOS URBANOS

1 - DADOS CADASTRAIS DO PROPONENTE

Proponente: ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS MORADORES DO BAIRRO GUARUJÁ

CNPJ: 18.459. 987/0001 – 72   Telefone: 38) 9 9124 5085

2 - DADOS CADASTRAIS DO CONCEDENTE

Denominação: PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTES CLAROS  -  SECRETARIA MUNICIPAL  DE SERVIÇOS URBANOS

3 – OBJETO DA PARCERIA:

IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DA CIDADE  - REGIÃO III

4 - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO:

4.1 - Título do Projeto. COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS.

 

4.2 - Prazo de Execução:

12 MESES

4.2 – Descrição da realidade:

Com base no mapeamento feito pelo Projeto Recicla aos Montes,  implantado pelo município de Montes Claros,  através da  Secretaria de Serviços Urbanos, “O  Projeto Fortalecimneto do Catador por meio da Reciclagegem”, indentificou a necessidade de desenvolver este projeto de Coleta Seletiva de materiais recicláveis, tendo em vista o grande volume de descartes incorreto  de lixo, entulhos entre outros  que  causam danos ao meio ambiente e prejuizo a saúde  humana quando descartado de forma inadquada.

Acreditamos que os bairros periféricos que compõe a região III, estão distantes do centro da cidade o que possivelmente contribui para falta de acesso  aos locais que recebem os resíduos para reciclagem.

Certamente a ausência de um trabalho porta a porta de orientação, conscientização e sensibilização das comunidades, quanto ao descarte correto dos resíduos, seja um dos fatores que leva a população a não fazer a separação correta do lixo doméstico no dia a dia. Ao realizarmos uma pesquisa sobre esta área de abrangência, a situação do lixo é  a que mais chamou a nossa atenção para desenvolver este trabalho nas comunidades. Contudo, não basta apenas informar e sensibilizar os moradores, bares, restaurentes e demais empreendimentos para agir, separando seu “lixo” de forma correta e direcionando os resíduos sólidos para  reciclagem se não hover um trabalho, de identifiicação, capacitação e  de fortalecimento dos catadores, por meio de fornecimento de materiais de segurança e de educação ambiental para que os mesmos possam compreender a importância do seu trabalho junto a comunidade bem como no serviço explorado onde atual.

4.3 - Justificativa do Projeto

A  Associação de Moradores do Bairro Guarujá, vem desenvolvendo  projetos e ações sustentáveis inerentes a questões socioambientais na região leste de Montes Claros. Entendemos que enquanto sociedade civil organizada, somos corresponsáveis por buscar soluções para atuar na conservação e preservação ambiental, bem como  zelar pelo bem-estar da comunidade.

Considerando que a Associação já participa de chamanemtos públicos com esta mesma temática,  propomos  executar este importante projeto de impacto social  junto a secretaria de serviços urbanos, com a intenção de contribuir com a melhoria e transformação da realidade.

O projeto  Guarujá Sustentável desde 2017, vem atuando na Coleta Seletiva Porta a Porta, nos bairros que compõe a vizinhança com o bairro Guarujá e que estão ao redor da Lagoa do Interlagos, considerada um cartão postal de Montes Claros. Através deste trabalho que vem sendo desenvolvido, podemos apontar muitos resultados positivos quanto a coleta Seletiva e a separação correta dos resíduos sólidos. Assim esta experiência faz com que seja necessário a continuidade e ampliação  por meio desta parceria através deste ponto de apoio que contribui para organização e  fortaleciemento do trabalho dos catadores  de materiais recicláveis.

Entendemos que a incineração de toneladas de lixo que vem sendo destinado ao aterro sanitário, que por sua vez poderia está sendo  reaproveitado e contribuindo com a geração de renda para o sustento de  famílias em situação de necessidade de renda.

Historicamente a cidade de Montes Claros (considerada um polo universitário) está em constante crescimento, assim a população vêm aumentando e com ela a produção de lixo só cresce. Assim torna-se necessário e urgente a organização  para diminuir os impactos ambientais por meio do descarte do lixo considerado um dos mais sérios problemas que ameaça o planeta.

Estima-se que cada ser humano produz em média 0,5kg a 1,5kg (em função do poder aquisitivo de cada indivíduo) de lixo diariamente. De acordo com estudos, em média cada brasileiro descarta 1 kg de resíduos por dia, são cerca de mais de 200 mil toneladas diárias de resíduos, dessas, mais da metade vai parar em aterros sanitários. De acordo com uma matéria do Jornal Hoje publicada em 2015 cerca de 30% dos resíduos sólidos no Brasil poderiam ser reciclados, mas somente 1,8% acabam sendo reutilizado.

Concluímos  que a  coleta seletiva é um forte instrumento para a preservação ambiental, uma vez que reduz a pressão dos recursos naturais como matéria-prima, já que o material extraído é reaproveitado. Ainda, os resíduos que seriam liberados nos lixões, terrenos baldios e ali permanecendo por muitos anos contaminando água, solo e ar, deveriam ser direcionados para formas de utilização sustentável.

Dessa forma, o galpão de reciclagem da região III contará com aproximadamente 50 catadores Diariamente para realizar a triagem e catalogação dos materiais recicláveis, além da sua equipe técnica composta por três pessoas que irá coordenar os trabalhos do galpão.

5 - OBJETIVOS DO PROJETO

Objetivo Geral:

Implantar a coleta seletiva de materiais recicláveis para destinar ao galpão da região III, de acordo com o mapeamento do projeto “Recicla aos Montes” da Prefeitura de Montes Claros/Secretaria de Serviços Urbanos.

Objetivos Específicos :

Estruturar o galpão para receber os materiais recicláveis;

Identificar, cadastrar e capacitar catadores de materiais recicláveis para atuar no processo de coleta seletiva no galpão;

Divulgar o projeto e orientar os moradores quanto a importância da coleta e separação do lixo, para destinar ao galpão de recebimento de materiais recicláveis;

Firmar parceria com a (s) empresa (s) que irão comercializar os materiais recicláveis;

Organizar a logística da triagem e separação dos materiais recebidos no galpão;

Realizar  palestras e oficinas em escolas e na comunidade, a fim de orientar sobre separação correta do lixo;

Identificar grupos de mulheres que trabalham com oficina de sabão sustentável, para realizar a coleta do óleo de cozinha reutilizado e transformar em oficinas de produção de sabão sustentável;

Mobilizar voluntários nas comunidades  para atuarem como parceiros nas ações do projeto;

Fortalecer os catadores com equipamentos de proteção (os EPIs);

Organizar estratégia para receber os recicláveis dos catadores individuais;

Firmar parceria com a Secretaria de Serviços Urbanos, Secretaria de Desenvolvimento Social e demais órgãos que atuam na proteção a vida para fortalecer os catadores e apoiar a sustentabilidade da sua família;

6 - PÚBLICO ALVO

O Projeto “Fortalecimento do Catador Por Meio da Reciclagem”, contempla a população dos bairros de Montes Claros que compõe a região III, segundo o mapeamento do  projeto “Recicla aos Montes”. Sendo o público-alvo os  catadores de materiais recicláveis, tendo em vista que é um público em situação de vulnerabilidade social, com pouca instrução educacional, o que implica na impossibilidade de um trabalho formal que demande qualificação. Esta informação se justifica com base na experiência da realidade dos catadores que já atuam nos projetos desenvolvidos pela associação de moradores, todos com as mesmas características de condições de sustentar a família e sem qualificação profissional. Assim, esse projeto beneficia as famílias, os jovens e os adolescentes, através de atividades que realizaremos junto as escolas de cada bairro com informação de incentivo quanto a preservação do meio ambiente e atitudes em relação ao descarte correto dos resíduos e a separação para facilitar o trabalho dos catadores. Este projeto alcança também os comerciantes e empresas dos bairros da região III, de forma que todos serão orientados a destinar os resíduos para o galpão de coleta. Este projeto irá atender todos os bairros da região III e nossa estimativa  é de que mais de cinco mil famílias adote uma mudança de postura em relação ao descarte de resíduos.

7 - ÁREA DE ABRANGÊNCIA

A principal área de atuação será a região onde se encontra o galpão como ponto de referência bem como todos os bairros que compõe a região III, conforme o mapeamento previo do projeto “Recicla aos Montes”. para receber os catadores de materiais recicláveis e o armazenamento dos materiais coletados até que sejam destinados a comercialização.

REGIÃO 3

 

8 - METODOLOGIA/ESTRATÉGIAS DE AÇÃO

A metodologia usada na execução do projeto “Fortelecimento do Catador Por Meio da Reciclagem”, contempla os objetivos propostos. Atendendo aos requisitos do mapeamento feito pelo projeto “Reclica aos Montes”, implantado pela secretaria de serviços urbanos do município de Montes Claros. Dessa forma, nosso primeiro passo será estruturação do galpão, onde serão recebidos os materiais recicláveis.

Os catadores de materiais recicláveis desempenham um papel importante, uma vez que são os grandes  responsáveis pela coleta seletiva, assim não podem ser vistos apenas como meros catadores. Desta forma,  faremos a identificação e cadastro dos mesmos nos bairros referentes a região III. Após essa etapa, a equipe técnica operacional promoverá a capacitação dos catadores destacados seus valores, sua importância no trabalho, orientando sobre a triagem, separação e a catalogação dos recicláveis: garrafa pet, papelão, plástico e metal.

Após capacitar os catadores, referente a segurança quanto ao manejo dos resíduos, forneceremos a todos kites de proteção como: luvas, botas, máscaras e uniforme. Entendemos que a capacitação dos catadores irá contribuir para melhoria na qualidade de vida e do seu trabalho. A fim de organizar os dados, produziremos planilhas quantitativas com resultados individuais e coletivos, bem como repassando as regras de funcionamento do projeto.

Segundo passo, iniciaremos a divulgação do projeto nos bairros que compõem a região III, orientando comerciantes, moradores e toda a comunidade quanto à importância da separação correta do lixo e a destinação correta dos materiais recicláveis para o galpão, para posteriormente ser comercializado. A coleta de resíduos sólidos é um forte instrumento para preservação ambiental, uma vez que reduz a pressão dos recursos naturais. Assim, a retirada desses resíduos dos aterros, dos lixões e direcionar para reciclagem irá causar uma grande transformação nos impactos ambientais, bem como contribuir com a geração de renda de muitas famílias que vivem da coleta seletiva.

Considerando o exposto, o nosso próximo passo será a realização de visitas nas escolas que compõem a região III, solicitando autorização para desenvolver um trabalho de educação ambiental com os estudantes.

Buscaremos também parcerias com as empresas que irão comercializar os materiais recicláveis, bem como empresas de grande, médio e pequeno porte que são geradoras de grande volume de resíduos sólidos para destinar ao galpão. A fim de fortalecer esse projeto, buscaremos apoio de órgãos públicos (principalmente que estejam relacionados a projetos sociais e ao meio ambiente) e demais instituições interessadas em apoiar esse projeto.

Concluída as visitas e o processo de conscientização e sensibilização das comunidades, passaremos a realizar palestras e oficinas com grupo de mulheres na produção de sabão sustentável, a partir da coleta do óleo de cozinha utilizado. Entendemos que, envolver as mulheres neste trabalho, irá contribuir com a economia doméstica através da geração de renda, bem como intervir positivamente na autoestima e no empoderamento feminino.

Na oportunidade, buscaremos grupos voluntários para atuar como parceiros no projeto. Usaremos como recurso de divulgação das ações: panfletos, cartazes e som volante com o objetivo de atingir o maior público possível, para que todos possam adotar atitudes de sustentabilidade e preservação ambiental. Acreditamos que ao levar informações relevantes sobre reciclagem, esperamos que cada cidadão torne-se um agente multiplicador e venham adotar atitudes corretas quanto a separação do seu lixo produzido no seu dia-a-dia. Com essa metodologia, acreditamos que seja possível sensibilizar a cada comunidade, cada indivíduo sobre sua potencialidade de descoberta de novas práticas e tornar-se parte integrante dessa nova mentalidade de cuidados com o espaço onde se vive.

9 - METAS/PRODUTOS/RESULTADOS ESPERADOS

META

PRODUTO

RESULTADO

Estruturar o galpão para sediar a coleta de materiais recicláveis

Documentos que comprove a locação e capacidade técnica da estrtura física para realizar o trabalho.

Adequação do espaço para início das atividades

Identificar, cadastrar e capacitar os catadores de materiais recicláveis

 Reunião, lista de presença e ficha própria de cadastro, reconhecendo-os como associados.

Equipe capacitada para realização das atividades no galpão.

Visitar, divulgar e orientar os moradores dos bairros que compoe a região III

Lista de presença, relatório e fotografia.

 Adesão das comunidades ao projeto

Contactar com as empresas que trabalham com reciclagem

 Reunião e coleta de dados sobre valores agregados aos produtos.

 Formalização da parceria

 

 

Organizar a logística da triagem dos

materiais recebidos no galpão

 

 

Delimitação e identificação do espaço para cada tipo de material.

 

 

Classificação dos produtos para falicitar a identificação.

Realizar palestras nas escolas sobre educação ambiental

 

Relatório da visita e lista de presença da reunião, fotografias.

 

  Divulagação do projeto e conscientização de mais pessoas sobre a importância da reciclagem de resíduos sólidos.

Identificar grupo de mulheres que atuam na produção de sabão sustentável

Óleo de cozinha

Confecção de sabão

Coleta de óleo de cozinha

Oficina

 Mais pessoas capacitadas na confecção de sabão sustentável

Mobilizar voluntários para tornarem-se parceiros.

 Fotos, relatórios e lista de presença

 Rede de apoio

Entrega de equipamentos de proteção aos catadores

 Aquisição de EPIs

 Adequação das condições de trabalho dos catadores

Visita aos órgãos públicos e as secretarias

 Ofício e documentos solicitando  a parceria

Formalização do apoio das entidades aos catadores e suas famílias.

 

METAS E INDICADORES E CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO

CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO

 

META

ESPECIFICAÇÃO DA META

Etapa/fase

INDICADORES FÍSICO:

MEIOS DE VERIFICAÇÃO

DURAÇÃO

UND

Quant.

Início

Término

 

 

01

Estruturar o galpão para sediar a coleta de materiais recicláveis

Etapa 01:

- Fechar contrato de locação

-adquirir equipamentos necessários para realização do trabalho

Mês

01

Relatório in loco,contrato de locação

1º Mês /

2º Mês

Etapa 02:

- Organizar a inauguração do galpão, junto à comunidade.

Dias

10

Fotografia e lista de presença

1º Mês /

1º Mês

 

02

 

 

Identificar, cadastrar e capacitar os catadores de materiais recicláveis

Etapa 01:

 

- Cadastramento como associados no galpão;

 

-Orientar quanto o banco de horas para repasse do recurso;

Meses

07

Planilha,

Ficha de cadastramento

2ºMê /

12º Mês /

Etapa 02:

- Capacitar para atuar na reciclagem

Meses

03

Fotografias

-Lista de presença

 

2º Mês

4º Mês/

03

 

 

 

Visitar, divulgar e orientar os moradores dos bairros que compõe a região III

Etapa 01

- Reuniões com grupos específicos de moradores (Ex. mulheres, crianças, adolescentes, catadores de materiais recicláveis do território...).

Meses

03

-Fotografias

-Lista de presença das visitas

2º Mês

4º Mês

Etapa 02

- Iniciar o trabalho de sensibilização por meio de carro de som e panfletagem

 

- Mobilizar voluntários para tornarem-se parceiros

Meses

03

       -Panfletos

-Divulgação de som volante

2º Mês

4º Mês

-

 

 

04

Contactar com as empresas que trabalham com reciclagem

Etapa 01

 

- Mapeamento das empresas;

Meses

01

-Planilhas

 

01 Mês

01 Mês /

Etapa 02

 

 

- Visitas nas empresas que comercializam materiais recicláveis;

Meses

02

-Fotografias

-Planilhas de orçamento

1º Mês/

2º Mês/

05

 

Organizar a logística da triagem dos materiias recebidos no galpão

Etapa 01

- Receber os materiais recicláveis

Meses

11

-Planilhas de controle e acompanhamento

1º Mês/

12º Mês/

2021

Etapa 02

- Separação dos materiais recicláveis

-Comercializar com as empresas

 

Meses

11

-Preenchimento de planilha da quantidade de resíduos coletados;

-Fotografias

 

 

 

06

Desenvolver palestras de educação ambiental em escolas com crianças / adolescentes.

Etapa 01:

 

- Visitar escolas e formar parcerias para desenvolvimento das palestras

 

Meses

06

- Fotografias

- Lista de Presença

 

2º Mês/

6º Mês/ 2

Etapa 02:

 

- Desenvolvimento do circuito de palestras para escolas, orientando sobre coleta dos resíduos sólidos

Meses

06

-Lista de Presença

-Fotografias

3º Mês/

8º Mês/

07

Identificar grupo de mulheres que atuam na produção de sabão sustentável.

 

 

 

Etapa 01

- Coleta do óleos de cozinha usado, para fabricação de sabão sustentável artesanal nas oficinas.

 

-Identificar moradores que queira trabalhar com a coleta seletiva.

Meses

06

 

-Fotografia

- Lista de presença

4º Mês/

9º Mês/

Etapa 02

 

-Fabricação  sabão sustentável artesanal nas oficinas

Meses

09

 

 

-Questionário de avaliação

3º Mês/

9 º Mês/

 

 

08

 

 

 

 

Entrega de equipamentos de proteção aos catadores

Etapa 01

 

 

-Aquisição dos itens de proteção (máscara, luva, botas e blusas)

Meses

03

-Fotografias

- Lista de Beneficiários

3º Mês/

6º Mês/

Etapa 02

 

 

-Fornecer aos agentes Uniformes, EPIs, e instrumento de trabalho;

 

Meses

06

-Lista de beneficiários

-Relatório

3º Mês/

9º Mês/

 

09

Visita aos órgãos públicos e as secretarias

Etapa 01

 

-Agendar reuniões com representantes dos órgãos

 

 

Trimestrais

03

- Lista de presença

- Fotografias

-Convite personalizado

 

3º Mês/

9º Mês/

Etapa 02

 

- Consolidar a visita

- Levar ofício

 

 

Trimestrais

03

- Lista de presença

- Fotografias

 

3º Mês/

9º Mês/

 

PLANO DE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS ASSOCIADOS OU COOPERADOS

 Os catadores de materiais recicláveis serão cadastrados como cooperados ou associados, receberão treinamento da equipe técnica do projeto com orientações quanto ao funcionamento do projeto, bem como receberão os equipamentos de proteção.

PLANO DE MOBILIZAÇÃO E DIVUGAÇÃO DA COLETA SELETIVA (CAMPANHAS, PORTA A PORTA, EVENTOS)

 Faremos visitas aos bairros que compõem a região III divulgando o projeto, junto aos comerciantes e comunidades. Utilizaremos cartazes, carro de som, reunião e encontros com a cominidades. Para facilitar o trabalho de conscientização e sensibilização dos moradores quanto a separação correta dos resíduos sólidos do lixo doméstico e destinar ao galpão de reciclagem.

Organizar cronograma de visitas as escolas, a fim de trabalhar a educação ambiental e a destinação correta dos materiais recicláveis.

FUTURO DO PROJETO

Concluímos que esse projeto contribuirá para grandes impactos positivos futuros, haja vista que o potencial de economia com a reciclagem é enorme. Acreditamos que esse primeiro projeto terá uma  mudança significativa economicamente, na vida dos catadores e suas famílias, ao mesmo tempo esperamos que  as ações desenvolvidas serão reconhecidas como referência para que outras pessoas se envolvam com essa nova forma de separação e destinação do lixo reciclável. Para isso é necessário  construção, efetivação e desenvolvimento de outros programas e projetos que visem a coleta seletiva, respeitando as características locais, a presença do poder público, das entidades de classe, da sociedade civil organizada, órgãos de defesa do meio ambiente, universidades e toda a sociedade propagando pensamentos quanto a importância da coleta seletiva, valorização  e  fortalecendo os catadores de materiais recicláveis que é de suma importância. Defendemos que os catadores são os verdadeiros agentes socioambientais, desempenhando um importante papel na preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. Após o fim da parceria, pretendemos continuar atuando e buscando estratégia de ampliação do projeto, realizando palestras informativas em escolas e comunidades para que os mesmos continuem praticando hábitos de conservação e preservação do meio ambiente, através da separação correta do lixo doméstico no dia-a-dia e a destinação dos materiais recicláveis para os galpões. Continuar com o acompanhando dos catadores associados nos galpões, bem como a inserção de novos catadores interessados em fazer parte desse processo.  Uma cidade com coleta seletiva de resíduos sólidos se torna uma cidade cada vez mais sustentável, mais justa e ecologicamente correta, garantindo o bem-estar das futuras gerações. Acreditamos que com este trabalho estruturado, seja possível tirar do meio ambiente cerca de mil toneladas semanalmente de materiais, mas não subestimamo-nos da possibilidade de ultrapassar essa meta.

TERMO DE COLABORAÇÃO 04/2020